O projeto de ciência cidadã Guardiões da Chapada é uma realização da Rede de Pesquisa, Ensino e Extensão para Uso e Conservação de Polinizadores e dos Serviços de Polinização – POLINFRUT, coordenado pela Professora Blandina Felipe Viana da Universidade Federal da Bahia (UFBA) em parceria com o Projeto Polinizadores do Brasil. Esta iniciativa visa à conservação do serviço de polinização e da diversidade de polinizadores, por meio do engajamento do público no monitoramento da interação flor-visitante floral no território da Chapada Diamantina. O projeto baseia-se num modelo de pesquisa que garante a participação, voluntária e consciente, de cidadãos na produção de conhecimento científico e na sensibilização do público sobre a importância dos serviços prestados pelos polinizadores para conservação dos patrimônios naturais e produção de alimento.

 

1 2
9 9
0 0

Especificamente, pretende-se criar, de maneira colaborativa, um banco de imagens dos visitantes florais e da flora associada. A coleta de informações sobre os potenciais polinizadores irá ocorrer por meio de registros fotográficos desses animais nas flores, ao longo das trilhas da Chapada Diamantina e, assim, um banco de imagens será alimentado de forma voluntária por cidadãos habitantes e/ou visitantes da Chapada Diamantina. O projeto Guardiões da Chapada foi lançado no dia 28/05/2015, com apoio da GEF, FAO, UNEP, FUNBIO, Ministério do Meio Ambiente e CNPQ, em Lençóis - Chapada Diamantina (BA). Uma equipe de estudantes e professores da Universidade Federal da Bahia esteve presente no município onde desenvolveu ações de extensão universitária junto à sociedade local que esteve bastante engajada na iniciativa.